Ready, set, GO!
Treinos |  05 de março de 2016
DCIM100GOPROGOPR0757.

A primeira prova do ano está chegando, e mesmo faltando dois dias já dá para sentir o friozinho na barriga típico. Domingo (6 de março) corro a BrainFreeze aqui em Saskatoon. É uma corrida que, antigamente, acontecia a noite e costumava ser MUITO frio nessa época. Por sorte, ela será na parte da manhã esse ano e o inverno deu uma trégua.

O que esperar? Tenho treinado, porém, é muito díficil ter ideia de como está nosso rendimento “outdoor” quando passamos tanto tempo treinando “indoor”. Fizeram sim dias que poderia ter corrido mais fora, contudo, o medo de escorregar, ficar resfriada, baixar a imunidade, fez com que eu optasse por fazer poucos treinos nessa loucura que é o frio. Para falar a verdade, fiz 3 treinos “outdoor” nesses ultimos dois meses, isso para ter uma ideia de qual roupa usar, de qual tênis seria o ideal para o dia, testar balanço e estabilidade no gelo, etc.

DCIM100GOPROGOPR0777.

Figura 1. Fim de tarde espetáculo (fazendo jus ao nome) na Broadway Bridge. Na esquerca dá para ver parte do rio congelado (parte branca) e no centro Victoria Bridge que está sendo demolida.

Vou explicar melhor. Recentemente a temperatura tem subido com mais frequência aqui (até +7oC) o que faz com a neve derreta. Contudo, durante a noite a temperatura é negativa de novo, assim, boa parte da neve que havia derretido congela nas calçadas, ruas e trilhas. E quem já teve a experiência de correr/caminhar no gelo sabe, é terrível, mais liso que sabão – sem brincadeira. A sensação que tenho e como passar sabão em uma lona, e tentar correr, você até consegue, mas não fica “patinando”. Além disso, com a alta temperatura, muita água fica empoçada nas calçadas, podendo molhar os pés – imaginem correr com o pé molhado com água a 0oC? Congelante. Fiz um vídeo próximo ao fim do treino: Corrida na Neve ; podem ver que os passos são mais curtos e buracos por todo lado.

Particularmente, gosto de correr logo após nevar, porque com a neve há mais atrito com o tênis em relação ao gelo, assim consigo render melhor (Veja post de um dos treinos na neve). Como não dá para escolher entre ou muito frio ou muita neve ou muito gelo, farei o possível para terminar a prova, me divertir como sempre, e abraçar mais uma linha de chegada. Ai ai, só de pensar!!!!

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *