Por que pedalar? É primavera!
Treinos |  29 de março de 2016
Captura de Tela 2016-03-30 às 20.55.41

Agora com esse clima maravilhoso de temperaturas positivas (e é melhor nem elogiar muito) fica impossível não acordar sorrindo e desejando os treinos outdoor. Aquela primeira corrida sem vento muito gelado no rosto, as bikes para todo lado, sem neve, os passarinhos cantando… Sensações boas demais! (só quem vive/viveu um inverno por aqui sabe). Essa semana, assim que tiramos a minha bike da garagem após longos 5 meses, percebi que não parava de sorrir. Uma alegria igual a de uma criança ao ganhar um brinquedo novo, sabe? E aquela vontadinha de andar de bike nem que fosse ao redor da quadra… Afinal: Por que pedalar é tão bom? Andar de bicicleta pode se tornar viciante, nos colocando em uma posição de que devemos sair de casa não importando o tempo (chuva, sol, frio, vento, etc), ou como nos sentimos.

Aquele sentimento de “ar fresco” e o contato com a natureza (mais comuns no mtb), assim como na corrida, trás uma sensação de liberdade maravilhosa. Uma ótima vantagem da bike é que ela pode nos levar para mais longe do que imaginamos ser capazes. Muitos são os lugares que, ao chegar da pedala, penso “puts, não conhecia aquele lugar…”, ou por não poder chegar de carro até lá, ou por ser muito longe para ir a pé. E isso, só quem pedala entende.

Outra coisa maravilhosa do ciclismo é que ficamos “Desconectados“, longe do “www”ou das senhas do wifi – você pode imaginar seus dias hoje assim? Pois é, nós ciclista podemos! Mesmo com sinal no celular, o fato de estar pedalando é uma ótima desculpa para não atender o telefone, não responder à mensagens no Facebook/Whatsapp, ou perder aqueles preciosos minutos atualizando feeds. E convenhamos, é demais! E quem insistir querer ficar só postando foto, etc e tal, leva mijada dos amigos!

Aliás, quem precisa de uma rede social online se no pedal fazemos tantos amigos? Acho que essa é uma das maiores virtudes, digamos assim, do esporte. É o formar de uma espécie de família… Vejo pelo grupo das meninas (Belas & Bikes), tantos encontros nas trilhas e fora delas, tanta gente se superando, nas mais diversas idades, tamanhos, classes sociais… Como li esses dias, o ciclismo é um grande “nivelador” não importa quem você é ou de onde você é, todos estão no mesmo barco.

Talvez seja essa amizade toda que faça tão bem para nossa cabeça e que torna os ciclistas pessoas tão de bem com a vida e grandes solucionadores de problemas. É uma terapia barata que traz maior equilíbrio e clareza na hora de lidar com problemas. Ainda mais se for em dia de chuva, é de lavar a alma! hahahaha E é em meio a tantas pessoas no pedal que encontramos aqueles ciclistas que nos inspiram. Seja aquela pessoa que perdeu 20kg pedalando, aquele que superou o divórcio, o outro que encontrou mais motivos para viver e superar uma depressão, ou aqueles que fazem disso seu esporte preferido e/ou profissão.

Falando sobre peso, nem vou comentar muito sobre os benefícios sobre praticar exercícios regulares e todos envolvidos com a bike. Além disso, a liberação de hormônios que causam a sensação de bem-estar e felicidade, como a endorfina, faz tudo valer a pena. Mas que boa parte dessas calorias podem se reverter a um bom pedacinho de bolo ou aquela cervejinha estupidamente gelada pós treino, isso não devemos negar que é maravilhoso né? Não tem preço.

E somado a tudo isso, a bicicleta é um dos melhores meios de transporte, apesar de todos os perigos enfrentados nas estradas. Contudo, muitas ciclovias já são realidade, em alguns países é possível viajar por ciclovias, por exemplo. Você pode ir de A to B, para ver um amigo, de B to C, para tomar uma café; ou até mesmo até D, um pit stop para trabalhar um pouquinho entre o momento feliz do dia (pedal).

Enfim, se você realmente não quiser tudo isso. Continue em frente ao computador ou televisão, porque eu já quero começar minha temporada bike agora mesmo!! Já lavei, revisei, calibrei os pneus… Tudo certo!! Amanhã é dia! Quemvem?

 

 

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *