Adicione apneia aos treinos
Treinos |  20 de julho de 2015
apneia 1

Esses dias recebi uma das minhas planilhas e no treino de natação tinha séries de apneia, fiquei me perguntando como deveria funcionar. Questionei o coach Vinicius e após ele me explicar o porquê de fazer o treinamento e como funcionava, pesquisei alguns vídeos sobre, li algumas reportagens, levei o tema para as aulas de natação e pedi para a Prof. Mônica da Primeiro Estilo Natação explicar um pouco melhor os benefícios e como funciona esse tipo de treinamento.

Quando relacionada com exercícios ela aumenta a resistência física e pode até salvar vidas. É bastante praticada por atletas de esportes aquáticos, como o Surf, podendo salvar a vida do atleta se bem utilizada. Isso porquê, o atleta estará preparado para permanecer embaixo da água por alguns minutos em uma situação de risco/extremas, com calma e maior tranquilidade.

Primeiramente temos que entender o que significa apneia para depois falarmos sobre os diferentes treinos de apneia.

Em uma definição básica, apneia (do grego, a = prefixo de negação e “pneia” = respirar) designa a suspensão voluntária ou involuntária da ventilação, ou a interrupção da comunicação do ar atmosférico com as vias aéreas inferiores e pulmões. Uma vez que a respiração em nível celular continua ocorrendo enquanto houver oferta de oxigênio suficiente nos pulmões, mesmo sem o contato com o ar atmosférico, os seres pulmonados podem sobreviver em apneia durante alguns minutos. Os seres humanos, em média, suportam cerca de 2 minutos. Alguns atletas especialistas podem ultrapassar os 5 minutos, mantendo a lucidez.

 

apneia3

 

A apneia pode ser dividida em voluntária e involuntária. A primeira é a situação em que a respiração é bloqueada voluntariamente pela pessoa, podendo ser treinada, através de exercícios. Ou, também, pode ser involuntária, que é a apneia que acontece durante o sono, indesejável.

Em relação aos treinos, em termos fisiológicos, as principais mudanças observadas em um treino de apneia, é que dentro da água, não somente os batimentos cardíacos tendem a cair, como também ocorre uma mudança no fluxo sanguíneo, trazendo benefícios ao treino.

Esses treinos podem estáticos, com exercícios em que a intensão é que a pessoa vá evoluindo cada vez mais com o aumento do tempo de permanência embaixo da água. Também, funciona como um autoconhecimento constante. Ou, então, apneia em movimento que ajuda diretamente na resistência física. Com ela se aprende e treina o equilíbrio entre o corpo físico, a emoção e a mente que controla o corpo.

 

apneia2

 

Por gastar menos oxigênio que esta disponível para o trabalho muscular, o treino de apneia pode melhorar a metabolização do ácido lático, tornando mais rápida sua liberação no músculo. Ao mesmo tempo que tudo isso esta acontecendo durante o treino, o número de hemácias aumentam, o que significa um transporte mais facilitado e eficaz do oxigênio.

Atletas que utilizam o treino de apneia com frequência usam melhor o oxigênio disponível nas células. Durante a prática, ocorre a liberação de endorfinas, principalmente quando na água, ocasionando assim uma melhora emocional do atleta.

É de suma importância que o atleta procure o acompanhamento de um profissional da área para esse tipo de treino. Importante alertar! Indivíduos com doenças cardiovasculares não devem iniciar este tipo de treino sem uma prévia avaliação médica.

Prof. Mônica Dangui – Personal Trainer Atividades Aquáticas

CREF: 0022092-G/PR

 

Para exemplificar um pouco mais sobre apneia, postei há alguns dias um vídeo com o campeão Cristian Dequeker, recordista brasileiro de apneia dinâmica, em 1999; recordista brasileiro de apneia profunda, em 2003; parte da equipe brasileira de apneia no campeonato mundial, em 2001 na Espanha. Apenia estática 4:50 em 40m.

É muito legal ver a nossa evolução a cada semana, antes fazia 15m, hoje ja chego a quase 30m sem respirar em movimento na piscina. Aconselho!!

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  1. Jayme disse:

    Ótimo artigo e conselhos. Vou evoluindo nos treinos é bom ter conselhos de especialistas.

    • Pati Tozatti disse:

      Jayme, isso aí! É sempre legal levar essas dicas para dentro dos nossos treinos, mas sempre com acompanhamento profissional! :D Ótimos treinos!