Mais 10k para a conta!
Provas |  06 de março de 2016
Brainfreeze-março2016

Assim como em março de 2013 fiz meus primeiros 10k no gelo/neve/inverno aqui no Canadá, hoje fiz meus primeiros 10k da temporada 2016. Como se fosse a primeira prova da minha vida, aquela sensação esquisita, o friozinho na barriga, e a preocupação com as condições da prova foram inevitáveis.

Primeira coisa que fiz ao acordar foi checar a temperatura, resultado: -6oC com sensação de -13oC. Pensei “Cadê os 9oC que tinha feito ontem?”. Mas ok, não dava para desanimar, afinal o céu estava lindo e o sol quentinho. Segundo pensamento foi “será que a roupa que separei é suficiente?”, suficiente ou não nem iria mudar. O modelito que tinha separado foi o mesmo que treinei na sexta, quando as condições estavam parecidas com o previsto para hoje – calça de compressão da Nike, calça de inverno da Kalenji, blusa térmica da Columbia com manguito por baixo, camisa da TSK (essa não poderia faltar), jaqueta para chuva (função de corta vento), e luvas.

O terceiro passo foi o café da manhã. Muita gente me pergunta o que como no café da manhã em dia de prova, sempre digo que sou da opinião de que não devemos fugir do que estamos acostumados a comer. Por exemplo, por ser uma prova mais curta, comi minha torrada com pasta de amendoim (nham!), café com leite e meio scoop de pré-treino VicoGás Power (haha!). Geralmente, como aproximadamentes 1 hora antes da corrida, senão me sinto muito pesada. Mas cada pessoa é diferente, cada corredor com suas manias! hahaha

Vamos ao race report:

Largada, chegada e percurso

Felizmente a corrida estava marcada para as 10 am e foram muito pontuais com o horário, largando 10:02 de acordo com meu relógio. Totalmente aceitável, né?

Tanto a largada, como a chegada foram em frente a uma loja de esportes daqui, chamada Brainsport. O percurso seguia por uma das ruas mais conhecidas daqui (a Broadway), cruzando a Broadway Bridge – aquela das fotos, e seguindo por uma trilha ao longo do Saskatchewan River. A virada aconteceu nos 5km. Contudo, a ida e a volta foram feitas pelo mesmo caminho, o que dificultou bastante, primeiro porque a trilha é estreita (~ 2m); segundo, havia MUITO gelo, então tornou bastante perigoso, pois ninguém seguia uma direção correta, cada um seguia por onde achava mais conveniente e menos perigoso. Achei péssimo isso, porque muitas vezes tive que parar e esperar as pessoas passarem para continuar correndo. Acho que o percurso teria funcionado muito melhor se não tivéssemos a condição de gelo que tínhamos hoje. Mas valeu a experiência!

map_Fotor

Figura 1. Percurso da corrida marcado no meu relógio.

Gente! Caí entre o segundo e terceiro quilômetro, que vergonha! Até então, ainda não havia caído nenhuma vez no gelo –  e, realmente, é uma experiência totalmente dispensável hahaha. Como já falei, as condições estavam de chorar. Enfim, o que aconteceu? Bom, estava tentando desviar a maior parte do gelo possível, correndo muitas vezes no pouco que neve que tinha restado. Até que, desviei de uma parte com gelo e quando a perna esquerda tentou dar sustentação, ela só tentou! hahaha Já era tarde, só ouvi vários “wooow”. Claro que dei uma de modelo quando cai na passarela e levantei em 2 segundos rindo, fingindo estar completamente inteira! Afinal, ia ficar feio desistir nos 2km.

Ah, havia apenas um ponto de hidratação nos 5km com Gatorade, achei meio pouco. E, também, a localização foi péssima, porque além da trilha ser estreita eles colocaram as mesas nela, dificultando a passagem tanto de quem ia, quanto quem voltava.

Kit e pós-prova

Adorei o kit. Ganhamos uma camiseta manga longa da Mizuno, um chaveiro, um copo térmico, alguns cupons de desconto em lojas de esporte e uma barra delícia da Clif <3. Falando em comida, o pós-prova foi sensacional, café do Tim Hortons, água, cupcake, cookies e frutas. Além disso, haviam prêmios que foram sorteados durante a prova e estavam disponíveis para retirada – eu, claro, não ganhei nada. Além disso, tinha DJ tocando um som muito bacana, mais funk music, ótimo! Contudo, como ponto negativo aquela demora típica para anunciarem as colocações de cada categora, por isso, acabei não ficando até o final.

Captura de Tela 2016-03-07 às 12.10.53

Figura 2. Kit da corrida.

 

Visão Geral

-> Prova bem organizada, bastante gente trabalhando, uma pessoa de bike acompanhando o primeiro colocado dos 10k e 21k, além de uma pessoa acompanhando os últimos atletas;

-> Pontualidade – largando no horário estipulado, sem nenhum problema;

-> Custo x Benefício – valor relativamente bom para o kit e organização no geral; paguei $45.00 + taxas;

-> Alimentação pós-prova sensacional;

-> Um ponto negativo: não havia controle de tempo por chip, o que pode dar alguma diferença nos tempos;

-> Outro ponto negativo, mas ok: Percurso só não foi 100% devido às condições do tempo, porém, todas as ruas e lugares na trilha bem sinalizados;

E, por fim:

-> Definitivamente cansei de brincar de inverno após esse tombo, pode chegar primavera!

Estou bastante satisfeita com o rendimento, mas a evolução não pode parar, no meu relógio marcou 54:41, com pace de 5:38min/km. Está melhor do que o esperado visto os acontecimentos inesperados (planejava de fazer abaixo de 60min). Colocação geral para os 10km, dentre as 104 participantes fiquei em décimo lugar, não possuem colocação de categoria. Além disso, voltar a competir parece que me deixa mais viva, mais motivada, com mais vontade de treinar e me superar. Estou sim bastante satisfeita com o rendimento hoje, mas a evolução não pode parar. Até porque o próximo grande desafio será em junho, o Subaru 5150 Triathlon, uma brincadeira boa.

run

Obrigada a todos que estão acompanhando e torcendo, vocês são demais!!!!

 

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *