Vai pedalar e não sabe como transportar a bike?
Equipamentos |  24 de maio de 2015
bikemanha

 

Final de semana é sempre hora de lubrificar a bike e sair para pedais mais longos. São os dias que a maioria dos bikers saem para trilhas ou estrada ou competições, seja na suas cidades ou lugares mais distantes, mas nem sempre sabem como transportar suas bikes ou possuem suportes para isso. Já ouvi bastante gente falando que muitas vezes não vai ou não anima ir pedalar em lugares mais distantes pelo “incômodo” de carregar e descarregar a bike do carro. Quem já está adaptado ao ir e vir, carrega e descarrega, não liga e essa ação já se tornou uma parte da preparação do pedal.

Os equipamentos para transporte de bike hoje são bastante variados, práticos e acessíveis. Diversas são as opções para carros e caminhonetes, independente do tamanho que possuam, que estão no mercado e sempre há um jeito certo de transportar a sua bike, sem causar prejuízo.

Primeiros pontos que devem ser avaliados na hora da compra do “transbike“, como é chamado:

Necessidade: a quantidade de bikes a serem transportadas deve ser levada em consideraçao, pois cada suporte tem um limite de peso e tamanho.

Sinalização: é obrigatório que a sinalização do carro esteja visível, assim como em reboques em carro. Pode gerar multas e ninguém quer levar uma sem necessidade né?

Placa do carro: a placa deve estar 100% visível e legível, também pode gerar multas e a polícia não perdoa. Portanto, muito cuidado com os tansbikes traseiros.

Espaço: muita gente se incomoda com o comprimento ou a altura do carro; deve-se escolher o que melhor vai atender as necessidades.

Os tipos de transbikes (suporte para bicicleta) disponíveis no mercado podem variar. Eles possuem uma capacidade de até quatro bicicletas que podem ser acoplados no teto, no engate, na tampa do porta-malas com ou sem estepe e na caçamba de pick-ups.

Os prós e contras variam, suportes traseiros fixados na lataria devem estar fixos na junção entre o paralama e lataria, as bikes ficam perpendiculares ao solo. Um cuidado especial deve ser tomado com a sinalização do carro, a qual não deve ser tapada, nem mesmo a placa do veículo. Também, atenção com os suportes presos no vidro, pois dependendo do peso, este pode espedaçar.  O ideal é que o rack traseiro tenha duas tiras superiores, duas inferiores e, principalmente, duas laterais, que evitam que o rack balance.

911XT-Thule-Passage-3-bike

Engate traseiro preso na lataria do carro

Outra opção são os suportes acoplados no engate do carro (suporte atrelado). Esses suportes devem possuir as luzes de sinalização e a placa do veículo visível ou fixada no suporte. Além disso, deve ser feita uma checagem junto ao Detran se o veículo possui capacidade de tração para utilizar engate. Dentre as vantagens, ainda, estão a diminição da chance de riscar a lataria do carro e a utilização do engate para outros fins. Contudo, o porta malas fica impedido, a placa e as luzes encobertos. Ainda, quem possui caminhonetes fica um pouco incoveniente o comprimento carro + suporte para manobras.

transbikeengate

Suporte de engate

engateSuporte de engate 2

O suporte traseiro permite um melhor manuseio das bikes e, pode até, evitar riscos e amassados, tanto na lataria do carro como nas bikes. Isso devido a altura em que está localizado, fica ideal em relação à altura da pessoa. Vale a pena pensar em situações comuns como dias de chuva, bikes sujas, peso das bikes – especialmente para mulheres – em que esse tipo de suporte se destaca pela praticidade.

**** 2016: site Pra Quem Pedala divulga as novas normas sobre transporte de bikes na traseira do carro, confira aqui!

Já o suporte de teto fica de forma perpendicular ao carro, não tampando a visão do motorista em nenhum ponto, assim como a placa e a sinalização traseira do carro ficam visíveis. Ainda, permite manuseio do porta-malas, as bikes ficam protegidas caso haja colisão traseira e a manobra do carro fica facilitada – pontos positivos. Atualmente, alguns carros já possuem barras laterais no teto (longarinas), sendo preciso instalar travessas e a calha para acomodar as bikes. Dentre os pontos negativos, está o cuidado com entradas de garagens, shoppings e coberturas baixas, em que pode haver a colisão da bike – bastante comum.

transbikeTeto

 

Suporte para teto

Para quem tem dúvidas quanto a legislação sobre a altura máxima de cargas (que é de 50cm além do suporte), pode ficar tranquilo, a bicicleta está excluída desse limite – portanto o uso do rack é legal. Ah, vale a pena lembrar que na hora de compra deve observar se o engate de teto é para transporte da bike com a roda dianteira, ou não.

Quem possui veículo do tipo pick up, a forma de transporte que poderá ser instalado na caçamba (em cima da capota marítima ou não) são bastante semelhantes aos suportes de teto.

thule-422XT-bed-rider

Suporte para caçamba

capota

Suporte caçamba para capota marítima

 

Em relação a roubos: suportes mais sofisticados possuem travas com chave em que você prende as bikes ao suporte e, também, o suporte ao carro.

Separei dois vídeos para exemplificar melhor o funcionamento dos tipos de suportes.

Pedaleria – Suporte para transporte de bicicletas

Com Elas na Direção – Transporte de Bike no Carro

 

E quanto custa? O valor está relacionado ao quanto você está disposto a gastar com um suporte para transportar sua bike. Os valores variam de R$ 400,00 até R$ 4500,00. Dos muitos foruns que li sobre transbikes, usuários recomendam muito os da marca Thule, por possuírem garantia de três anos contra qualquer dano no equipamento e terceiros (caso tenha relação ao engate), quando em outras marcas é, em média, de três meses.

Ainda, quem não está preparado para gastar um pouco com suportes de transporte, há a opção de levar a bike desmontada dentro do carro. Por lei, não é proibido, é preciso apenas tomar cuidados para a bike ficar bem presa no banco traseiro, bem como retirar as rodas e, no caso das mtb, a sujeira pode ser um incoveniente pós trilha.

O assunto poderia ser abordado em muitos detalhes, porém, é recomendado procurar especialistas tanto para a instalação, como para a compra. Procure uma loja especializada, eu já encontrei a minha @Kopanski_Bikes e, agora, é só sair pedalar sem esse tipo de desculpa.

Dicas:

Como tirar e colocar facilmente o pneu da sua bike 

** Foto de capa Por Silvio Ortiz

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  1. […] tempos já falei sobre como transportar as bikes no carro (confira aqui) e agora com essa história da minha viagem para o Canadá, pesquisei bastante como transportar a […]

  2. William dos Santos Neves disse:

    Boa tarde,

    Esta matéria sobre suporte de Bike, esta excelente, porem faltou o ponto mais importante, AET (autorização especial de Transito). Resolução 349 publicada dia 17 de Maio de 2010.

    “Dispões sobre o transporte de cargas ou de bicicleta nos veículos classificados nas espécies automóveis, caminhonete, caminhoneta e utilitários.

    Obrigado,