Todo passo conta?
Bem-Estar |  26 de outubro de 2015
walk1

Modinha ou não, todos nós hoje temos como controlar facilmente em que lugares estivemos, o quanto caminhamos, ou os caminhos que fizemos – querendo ou não. Basta termos um celular com GPS no bolso ou um relógio próprio para a função no pulso. Caminhar 15 mil passos por dia, conta? Será que todo passo dado conta?


Muitos podem ter uma ideia contrária à minha, mas acredito muito no “de grão em grão a galinha enche o papo” e, também, que toda e qualquer atitude que faça a pessoa sair um pouco da zona de conforto e sedentarismo, vale a pena. Afinal, ninguém começou correndo uma meia maratona no primeiro treino de corrida.

 

Quem escova os dentes caminhando pela casa ou enquanto fala no telefone? E enquanto espera o sinal para atravessar a rua ou enquanto espera na parada de ônibus? Ou usa as escadas ao invés da escada rolante ou elevador? Confesso que pareço uma louca andando de um lado para o outro enquanto perderia tempo “esperando”. Um bom motivo aqui no Canadá é se manter em movimento para não deixar o frio “pegar”.

 

É engraçado se imaginar caminhando de um lado para o outro, tudo bem! Vou explicar melhor fazendo uma regrinha de três básica: se uma pessoa fala no telefone com alguém por 10 minutos e se movimenta enquanto fala a uma velocidade de 4km/h, levando em consideração que um passo tem em média de 1 metro, ela terá andado mais de 650 metros – em média 6 quarteirões. Se ela/ele fizer isso todos os dias, uma vez por dia, ao final de uma semana terá andado extras – aproximadamente – 4,7km. Agora pense: quantos “10 minutos por dia” você fica parado? Por isso acho muito eficiente esse negócio de contar passos e um bom método para começar uma vida mais ativa.

 

Os modelos de pedômetro ou relógios são muitos, nos mais diversos preços, funções e conectividade. Alguns permitem, além dos passos controlar, também, as horas de sono, calorias ingeridas, uma infinidade de funções que vão depender do seu empenho, disposição e o quão retrito é o seu orçamento.

 

 garmin

 

 

Para quem não quer investir muito nisso, não será um problema e nem mesmo uma desculpa, isso porque a grande maioria dos smartphones hoje suportam algum tipo de aplicativo nesse sentido. Tenho no meu celular, além do Strava e Garmin Connect, o Moves que usava quando não tinha relógio ou esquecia de conectar ao Strava. O legal do Moves é justamente que você não precisa ficar acionando ele, basta deixar o aplicativo e GPS ativos, celular no bolso e ele irá funcionar. A precisão nem sempre é a melhor do mundo, mas dá uma boa ideia.

 

 moves-flat

 

Moves App

Um pouco mais a fundo, o novo Apple Watch ajuda as pessoas a criarem hábitos saudáveis. Como? Quem fica com o relógio apenas no pulso e passa o dia inteiro sentado, por exemplo, o relógio “percebe” a falta de movimento e envia mensagens para a pessoa pedindo para que se movimente, nem que seja dentro do próprio local de trabalho. Ao final do dia, um gráfico mostra quantas horas a quantidade de horas que a pessoa passou se movimentando, reconhecendo atividades como corrida e caminhada. Além disso, o relógio possui um sensor de batimentos cardíacos que permite medir a pulsação ao longo do dia, sem ser preciso que seja feita qualquer interação com o relógio além de usá-lo. Todas as funções do Apple Watch são sincronizadas com um aplicativo chamado “Saúde” – que já está presente nas atualizações mais recentes do iOS. O maior objetivo do app Saúde é juntar todos os dados dos mais diversos apps que as pessoas usam (como contar passos, calorias, atividades, etc) em um único lugar. Para entender um pouco melhor sugiro o site: Mac Magazine.

 

Dentre as mais diversas marcas, a Garmin tem feito um ótimo trabalho no desenvolvimento de relógios que casam com a necessidade de cada pessoa. Desde quem apenas quer controlar suas atividades diárias, como passos, calorias, distâncias, com o Garmin Smart. Bem como para atletas de múltiplos esportes, como o triathlon, ou mesmo até esportes não muito comuns como golf, escalada, etc – como o Fênix 3 e o 920 XT. Os preços variam de R$ 300,00 a R$3.600,00.

fenix3

Garmin Fenix 3

E você? Quantos passos já deu hoje?


Fontes: Exame ; Mac Magazine

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *