Novo brinquedo: rolo de treino
Equipamentos |  10 de setembro de 2016
Processed with Snapseed.

Como vocês já acompanharam no Instagram comprei um equipamento novo!!!! Sim, um novo rolo de treino. Fico me enrolando para comprar as coisas, porque sou pão dura mesmo, gosto de esperar um preço justo para comprar as coisas – mesmo sabendo que 98% do que existe no Canadá é pelo menos 30% o preço do que custa no Brasil haha.

Depois de pesquisar um pouco, considerando bastante custo x benefício, meu uso e o que estou buscando no momento, cheguei ao modelo Tacx Blue MotionT2600. Considerado um modelo um pouco de entrada da marca, mas que mesmo assim não perde em qualidade, praticidade, e design. O rolo possui resistência de 10 configurações que pode ser controlado manualmente em um dispositivo que é acoplado ao handle bar conectado ao rolo por cabo. Segundo o review do Cycling Weekly, é um dos melhores controles que já testaram para essa categoria de trainers, além de preciso, é fácil de trocar e bem visível o nível de resistência sendo usado. Definitivamente, ese controle faz do T2600 melhor do que os rolos da mesma categoria.

DCIM100GOPROGOPR2112. Processed with Snapseed.

A potência máxima é de 950 watts (sim, muitos modelos da mesma categoria não chegam a mais de 700 watts), possui resistência magnética junto ao “fly wheel” que ajuda a criar um pedal um pouco mais realístico do que rolos normais – mesmo que modelos mais avançados (e mais caros) ofereçam uma experiência melhor no pedal. Além disso, ele é realmente pouco barulhento comparado com os rolos que já usei (ex: Tranz X), barulho que garantem os fabricantes que pode ser ainda mais reduzido com o uso de pneus específicos para treino.

img_3898_fotor

Outra vantagem que acho legal é o fato de ser dobrável, e cabe em qualquer cantinho perto da bike. Também não achei pesado, cerca de 2,5 kg, fácil de montar, possuindo duas regulagens, após poucos ajustes consegui deixar a bike redondinha para usar. Ah, também, super fácil de fixar a bike no rolo, só precisa mover uma espécie de alavanca (video abaixo).

É compatível com o Zwift, programa que simula pedais em tempo real uma espécie de jogo multi-player, mesmo há quilômetros de distância apenas conectado ao computador com internet. A experiência pode ser melhorada com o uso de sensor de velocidade e cadência (como o modelo da Garmin), ou outros dispositivos ANT+.

Adorei o design também, coincidiu de ser azulzinho que nem o fuscão azul, acreditam? Gostei bastante até então! O investimento é sempre algo que me questionam, acho que considerando o inverno de Saskatoon, que não é brincadeira, vale cada centavo pelo fato de continuar pedalando na minha própria bike e ter um controle um pouco mais real de batimento cardíaco, cadência, distãncia, etc. Além disso, é um ótimo exercício de paciência e resistência, ainda mais para quem pretende fazer provas longas, como o IM.

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

  1. […] passado fiz um post falando do meu novo rolo de treino e como ele será útil no inverno canadense, né. Por ele ser considerado um rolo básico, sem ser […]