Wetsuit
Equipamentos |  04 de junho de 2015
IMfloripa

Todos triatletas, em algum momento, irão precisar comprar um Wetsuit (roupa de borracha) para algumas provas de triathlon. Dentre os que já usam roupa de borracha, há uma divisão de opiniões sobre o seu uso ou não em provas. Por isso, é fundamental que a escolha do equipamento seja feita rigorosamente.

 

De acordo com as regras da ITU (International Triathlon Union), a roupa de borracha é liberada para triatletas amadores quando a temperatura da água está abaixo de 22°C para provas até 1500m de natação, abaixo de 23°C em provas até 3000m e, em provas acima de 3000m, quando a Temperatura estiver abaixo de 24°C. Caso a temperatura estiver abaixo dos 15°C o seu uso é Obrigatório!!

 

Contudo, em muitas provas de triathlon endurance, hoje em dia, o uso é liberado e pode-se dizer que a grande maioria (mesmo) dos atletas a utiliza devido às vantagens que oferece ao atleta.

 

A preferência pelo uso acontece devido a roupa de borracha aumentar a flutuabilidade do atleta, fazendo com que ele nade mais rapidamente, além de proteger da água gelada. Contudo, o costume de uso só vem com a prática, é comum a sensação de pânico na água. Por isso, é tão importante que o “fit” seja correto, da mesma forma que acontece na bike. Vale o esforço e o investimento.

 

Comprei a minha roupa recentemente e já adorei. Achei meio complicado na hora de vestir e tirar, mas tudo é uma questão de prática, tenho certeza. E como deve ser feita a escolha? Basicamente, a tabela de tamanhos é dividida em peso, altura e gênero. Essas tabelas são tão precisas que existe numeração para pessoas, por exemplo, que são magras e altas (small-tall), entre outros. É importante experimentar a roupa antes de comprar, porém, caso for comprar pela internet deve-se tentar seguir a tabela a risca e emprestar roupa de algum amigo para ver os ajustes.

 

wetsuit3-1

Treino teste da roupa de borracha – Primeiro Estilo Escola de Natação 

 

Como saber se a roupa ficou certa no corpo?
A função primordial da roupa é manter o atleta aquecido, portanto, ela deve ficar justa ao corpo. Caso for larga, permite a entrada de muita água, o que deixa o atleta frio. Dessa forma, as extremidades, como o pescoço, devem ser bem justas, vedadas. Vale ressaltar que a mobilidade do atleta na roupa deve ser total, logo, as axilas e as pernas devem ficar livres.

 

O que levar em consideração na compra:

– Quanto você quer gastar: comprar uma roupa de borracha um pouco mais sofisticada (que resulta em um valor maior) pode trazer vários benefícios, especialmente, por ser um investimento que melhorará no rendimento, no conforto e possibilidade de fazer provas em todas épocas do ano.

 

– Áreas de maior flexibilidade: Algumas roupas são confeccionadas com materiais mais finos nas axilas, ombros e braços, para facilitar a flexibilidade e mobilidade. Ou, então, no antebraço materiais sofisticados que auxiliam no empuxo durante a puxada do triatleta.

 

– Zíper da roupa: checar a maneira com que o zíper fecha, o ideal é que sejam inversos, ou seja, que abrem de cima para baixo. Muitos possuem uma espécie de trava de segurança, que nada mais é que um tecido por cima do final do zíper com velcro.

 

– Pescoço: verificar o acabamento e as costuras nessa região, roupas de borracha podem fazer assaduras, mesmo utilizando lubrificantes. Quanto maior as costuras, maior o atrito e maior a chance de fazer assaduras que incomodam muito durante a prova.

 

– Retirada da roupa: é uma luta para muitos triatletas! A roupa adequada para o corpo facilita a retirada. Observar a região das pernas, em que deve possuir um espessura maior na parte de cima e menor nas canelas. Além disso, o zíper de cordinha, também, facilita fazendo com que a roupa comece a ser retirada a partir do momento de saída da água.

 

– Com ou sem mangas? É comum ver atletas usando as roupas sem manga, porém, a finalidade primordial da roupa é proteger o triatleta do frio e, consequentemente, ajudar na flutuabilidade. Portanto, quem optar pelas sem mangas, vai ter que comprar outra com manga. Depende do quanto está disposto a gastar e o quanto incomoda o “braço preso” pelo uso da roupa.

 

Enfim, costumam comparar roupa de borracha com tênis, quanto mais velho, melhor. Por esse motivo é fundamental que treinos sejam realizados, como em relação a todos equipamentos, mesmo que em piscinas aquecidas. Assim como o treino de transições, retirada da roupa, etc. Uso o modelo Wahoo da Profile Designs, logo postarei um review sobre meu “test drive” com a roupa.

 

 

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *