Análise da Biomecânica da Corrida
Dicas |  05 de outubro de 2016
biomec-corrida

Uma boa notícia aos corredores de Guarapuava tanto iniciantes, veteranos, ou profissionais que buscam melhorar a qualidade de sua corrida, é a Avaliação Biomecânica da Corrida. O programa é direcionado para prevenir, reabilitar e melhorar a performance dos corredores. Para entender melhor o programa, pedi ao Fisioterapeuta Especialista responsável pelos testes Maciel Rodrigues tirasse algumas dúvidas e explicasse com detalhes como funciona o programa.

 

1) O que é a avaliação de biomecânica da corrida?

A avaliação é um método que utiliza a captação de vídeos com câmeras de alta definição para que posteriormente estas imagens sejam avaliadas com auxílio de um software para se ter uma melhor precisão na avaliação.

 

2) Como funciona o mecanismo do teste? (Em relação a prevenção, reabilitação, e melhora na performance).

Além do teste com a filmagem, aproximadamente, 10 outros testes clínicos são realizados e que me ajudarão a concluir o laudo. Em seguida, o paciente é submetido a marcação de pontos no corpo com marcadores retro-refletivos, os quais são específicos para a captação de imagem. Após os vídeos serem gravados, as imagens são avaliadas minunciosamente em câmera lenta para identificar, por exemplo: possíveis déficits de forças, déficits de flexibilidade, mal posicionamento durante a fase de aterrisagem, impacto aumentado, má postura, entre outros.Na maioria das vezes, esses exemplos têm grande potencial de correção. Reabilitando, corrigindo ou melhorando alguns detalhes pode-se reduzir o risco de lesão e melhorar a performance.

 

3) Com relação aos resultados obtidos como é feito a correção e/ou melhora da biomecânica?

Após esses “achados” serem observados, elaboro um laudo com todo os detalhes e sugiro formas de melhorar. Sempre oriento que este laudo seja encaminhado para o treinador. Se não tiver treinador, peço que encontre um capacitado para dar seguimento aos treinos.

 

4) Todas as pessoas podem fazer o teste ou há restrições?

Todas podem e devem fazer. Prevenção é sempre o melhor remédio! Estima-se, em pesquisas recentes que 50% dos corredores irão se lesionar um dia, afastando-os da prática da corrida.

 

5) Como pode ser feita a continuidade do teste? Deve ser repetido com que frequência?

Não existe um prazo para realizar um novo teste. Sempre falo para meus pacientes treinarem com profissionais capacitados e buscarem a correção. Além disso, a abordagem multiprofissional entre o Fisioterapeuta, Treinador, Nutricionista, Médico… poderá dar o feedback mais preciso sobre uma nova avaliação.

 

6) Existe alguma correlação do método de biomecânica aos dados fornecidos pelos relógios de corrida, como oscilação vertical, cadência, comprimento da passada, contato com o solo, etc?

Correlação não. Mas esses dados também são mostrados na avaliação biomecânica. Destaco também que utilizo o Feedback em Tempo Real para mostrar com precisão os dados de contato inicial com o solo, simetria da passada, cadência, postura, etc. Enfim, são inúmeros dados que consigo extrair da Avaliação Biomecânica.

 

Felizmente, a corrida está deixando de ser vista apenas como “colocar um par de tênis e sair por aí”. O uso da tecnologia em favor dos estudos faz com que consigamos, por exemplo, determinar se estamos prontos ou não para prova foco que gostaríamos de fazer. Como Maciel citou, a prevenção ainda é o melhor remédio, ainda é de suma importância o trabalho multiprofissional entre, principalemente, seu treinador com fisioterapeuta, médico, nutricionista, entre outros. Tenho a certeza que o método trará grande ganho aos corredores que terão muito mais parâmetro de julgamento, poderão escutar cada vez mais o seu corpo e, dessa forma, atingir seus objetivos na corrida de forma consciente e mais eficaz.

Para os atletas interessados em saber um pouco mais sobre o exame e realizá-lo, segue o contato:

Maciel Rodrigues (CEPEF)

3036-0233

9126-2835

Profª Leonidia, n º 285, Guarapuava, PR, Brasil

 

Gostou? Compartilha!
Facebook
Twitter
Comente

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *